Um Legado Chamado Bowie

No dia 8 de Janeiro de 1947 nascia um mestre, um "homem estrela", não só da música mas da arte em geral.

David Robert Jones, foi como foi batizado o louco, a curva na estrada, o polêmico, o subversivo e por todos esses motivos, gênio, David Bowie. Sua brilhante carreira musical começou com o bizarro e inovador personagem "Ziggy Stardust".

Grande amante da moda, Bowie profetizou o que viria a ser o Glam Rock dos Anos 80; o visual foi constituído pelas madeixas vermelhas repicadas, boca e rosto totalmente maquiados e um traje que lembrava a de um marciano recém chegado na Terra.

Difícil era crer de que fosse um ser humano, já que sua natureza visionária já estava impressionando não só a indústria fonográfica mas também o mundo da moda.

A ousadia do menino de Brixton chamava a atenção dos maiores gênios da moda, abalou todas as estruturas, mudou padrões, conceitos e derrubou tabus. Por conta de sua influência no mundo da moda, foi convidado para as passarelas; também participou do filme "Zoolander" e desfilou boa atuação, como um artista nato.

Trouxe do underground a humanidade marginal e a atitude anti-heroica, ressaltando a mistura de modelitos, sem se importar com os gêneros masculino e feminino; homossexuais e personagens baseados na androginia começaram a pipocar nos cenários artísticos em geral, trazendo à tona toda a diversificação que o mundo da moda poderia explorar. Starman nos deixou no último dia 10 de Janeiro, aos 69 anos. Contradizendo até mesmo sua constelação capricorniana, o signo mais "pé no chão" do zodíaco, voou muito em seus sonhos durante toda sua vida. A música, o cinema, a moda e todas as musas inspiradoras, sopraram um último suspiro no ouvido de Bowie, suspiro esse chamado "Lazarus", um epitáfio que completa "Ashes To Ashes”. Para anunciar que de fato, se tornou uma única e brilhante estrela no céu. Confira o Clipe de "Lazarus":

Search By Tags
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now