Guto Carvalhoneto no Rio Moda Rio

Guto Carvalhoneto, estreia na passarela de um grande evento em uma apresentação longa, cheia de pausas e climas. O estilista nascido no sertão da Bahia começou trazendo o cinema em um curta cheio de imagens fortes, estrelado por Carô Rennó e dirigido por ele mesmo, projetado em camisas gigantes e brancas.

Em uma pegada cult, os looks apresentavam o corte certo, algodão, a renda irlandesa que forma um esqueleto e vem do interior do Sergipe. A camisa era a base do desfile, desconstruída para efeitos de imagem. Sem deixar de mencionar a modelagem anatômica dos vestidos com recortes e as belas calças skinny com fendas no joelho.

Guto ainda traz personagens teatrais para a passarela. Destaque para a saia cheia de sinos da anciã sertaneja corcunda, que misturado ao silêncio da passarela, da substituição do buquê da noiva por um buchinho seco da caatinga e do branco do vestido pelo preto, deu todo um ar fúnebre ao final do desfile.

O show foi até mesmo comparado a nomes como Ronaldo Fraga e Yohji Yamamoto, que é ídolo confesso do estilista. Porém, sem deixar de lado a autenticidade.

Search By Tags