Carnaval de Veneza

Carnaval é uma época maravilhosa, com muita alegria e fantasias, mas ao contrário do que muitas pessoas pensam, não é comemorado apenas no Brasil. Na verdade, um dos Carnavais mais conhecidos do mundo é o de Veneza, na Itália.

O Carnaval de Veneza foi criado em 1094 pelo doge Vitale Farier, que vinha de uma das famílias mais poderosas da época, e sugeriu que antes do início da Quaresma, o povo pudesse curtir um tempo de festas, jogos e brincadeiras. Mas foi apenas em 1296, que o Senado veneziano decretou que o último dia antes da Quaresma seria de festa, porém a população começava a comemorar em dezembro.

Depois da oficialização do carnaval, começaram a surgir costumes e se tornou assunto de buziness. Artesões começaram a fabricar máscaras e fantasias para os foliões.

As máscaras, características do Carnaval de Veneza, permitia um abandono de identidade dos cidadãos de Veneza e os permitiam ser quem eles queriam ser, encobertos pelo anonimato da máscara.

Por um tempo, o Carnaval de Veneza foi suspenso por conta de Napoleão temer as máscaras, anonimato e liberdade que eram permitidas na época. A festa só voltou a ser liberada em 1979, por meio de associações dos cidadãos, e assim que voltou a ser permitido, as autoridades públicas investiram no incentivo de manifestações e festas.

Hoje em dia, a festa atraí muitos visitantes por causa da viagem no tempo que os trajes e máscaras fazem com as pessoas. Além disso, a riqueza de detalhes e eventos e tradições fixas fazem os foliões terem uma experiência única.

Fotos: Google

Search By Tags