Lançamentos quentinhos da Intrínseca para o mês de Junho

Preparados para mergulharem em novas histórias? Então aqui estão os lançamentos da Intrínseca para o mês de Junho, incluindo os livros de duas autoras confirmadas na Flip, Mariana Enriquez e Karina Sainz Borgo. Para que não conhece, a Flip é a Festa Literária Internacional de Paraty e já está em sua 17a edição, que acontecerá no dia 10 à 14 de Julho. O evento traz debates e várias outras atividades ligadas á literatura, artes cênicas e visuais.

Confiram os títulos e sinopses abaixo:

Este é o Mar (Mariana Enriquez) - A autora argentina, que já conquistou o prêmio Ciutat de Barcelona, traz uma história sombria e inquietante sobre Estrelas do Rock transformadas em Lendas, ritos de passagem e adolescentes fanáticos. Músicos como Kurt Cobain, Sid Vicious e Jim Morrison foram alçados a Lenda pelas Luminosas, seres fantásticos que se alimentam da devoção e da paixão das fãs, mas também de mortes. Essas fadas madrinhas macabras assumem a forma humana para escolher seu próximo sacrifício e cobram um preço alto pelo estrelato. Helena quer se tornar uma Luminosa, mas para isso precisa se aproximar de James Evans, o vocalista da banda Fallen, e transformá-lo em Lenda. Mas parece que os tempos mudaram, e essa tarefa não será tão fácil assim. O livro tem uma narrativa original, que finca raízes no macabro, e traça um retrato visual da adolescência e da nossa sociedade.

Mister (E L James) - Após o sucesso da trilogia de Cinquenta Tons de Cinza, E L James volta às livrarias com seu novo romance, intitulado Mister. Os protagonistas da vez são Alessia e Maxim Trevelyan, um inglês rico, bonito, que nunca precisou trabalhar e quase nunca dorme sozinho. Essa vida fácil muda quando uma tragédia acontece e Maxim herda um título de nobreza, as propriedades da família e toda a responsabilidade que vem com isso. No entanto, o maior desafio de Maxim vai ser lutar contra a atração por uma jovem enigmática que conheceu recentemente, a misteriosa e sedutora Alessia. Logo o desejo de Maxim por ela se transforma em algo que ele nunca experimentou e não ousa nomear. Essa história de amor e suspense promete deixar os leitores sem fôlego até a última página.

Noite em Caracas (Karina Sainz Borgo) - Em Caracas, violência, anarquia e desintegração ditam o ritmo da vida das pessoas. Nesse cenário desolador, Adelaida tem a vida destroçada pela morte da mãe. Pouco tempo depois do enterro, ela encontra sua casa ocupada por um grupo de mulheres. Ao procurar ajuda, tenta falar com a vizinha, Aurora Peralta, conhecida como “a filha da espanhola”, e a encontra morta. Em cima da mesa da sala, Adelaida vê documentos que podem mudar sua vida e ajudá-la a se tornar outra pessoa. É o início de uma jornada pela própria sobrevivência. Noite em Caracas é o retrato de uma mulher que enfrenta uma situação extrema. Com seu primeiro romance, a jornalista Karina Sainz Borgo se tornou a grande sensação literária deste ano, um fenômeno editorial cujos direitos de publicação já foram vendidos para 23 países.

Ponti (Sharlene Teo) - Sem amigos e abandonada pelo pai, a adolescente de 16 anos Szu vive na sombra da mãe, Amisa, uma ex-atriz que ganha a vida ao lado da irmã como médium, em uma casa caindo aos pedaços. Quando Szu conhece Circe, uma menina privilegiada e sarcástica, as duas constroem uma amizade intensa. Mas não demora muito para que Circe fique fascinada por Amisa e as três estabeleçam uma dinâmica que as marcará para sempre. Contado pela perspectiva das três mulheres em momentos distintos de suas vidas, Ponti é uma história original sobre amizade e memória no breve espaço de algumas décadas. Impregnado de mitologia, modernidade e do calor úmido de Cingapura, é ao mesmo tempo um retrato generoso da avassaladora solidão da adolescência e um vislumbre cruel de como pequenas e grandes tragédias podem nos tornar monstros. O livro levou a autora Sharlene Teo a ganhar o prêmio de autor estreante do Deborah Rogers Writer’s Award.

E Se Fosse a Gente? (Becky Albertalli e Adam Silvera) - Depois de conquistar e emocionar leitores no mundo todo com o aclamado Com amor, Simon, Becky Albertalli se une a Adam Silveira (responsável pelos títulos Lembra Aquela Vez e They Both Die at the End) para contar uma história hilária, inteligente e apaixonante sobre dois garotos muito diferentes que não sabem se o universo quer dar uma forcinha para uni-los ou para afastá-los de vez. Um está de férias em Nova York e não se importaria nem um pouco de viver uma paixão repentina e intensa, do tipo que só uma peça da Broadway poderia explicar. O outro só quer ficar na dele, despachar os pertences do ex-namorado pelos correios e seguir seu rumo. E é claro que é exatamente este momento que o universo escolhe para colocá-los frente a frente, num encontro que só poderia ser descrito como fofo e fantástico. E se fosse a gente? é best-seller do The New York Times e foi considerado pela Paste Magazine, pela revista Bustle e pela New York Public Library um dos melhores livros jovens de 2018.

130 anos: Em busca da República (organizado por Edmar Bacha, José Murilo de Carvalho, Joaquim Falcão, Marcelo Trindade, Pedro Malan e Simon Schwartzman) - Em 2019, comemora-se o aniversário de 130 anos da Proclamação da República no Brasil. Para analisar essa história, 38 pensadores brasileiros identificam os desafios, avanços e retrocessos da nossa República em textos curtos que levantam as principais questões dos nossos últimos 130 anos. Cada capítulo do livro cobre uma década e é composto por três textos: um sobre sociedade e política, outro sobre Estado e direito, e outro sobre governo e economia.

Search By Tags
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now